It’s a Match! 🔥 (Sua marca e as Redes Sociais)



Por Raul Lopes

Em minha última publicação, falamos sobre a importância de entender em quais redes sociais a sua marca deve estar presente.

A tendência de muitas marcas é simplesmente sair por aí criando perfis nos mais diversos canais de comunicação, sem traçar estratégias ou entender a efetividade de cada um. Por isso, aqui estou novamente para falar mais um pouquinho sobre o tema e te ajudar a entender em quais canais projetar maiores esforços.

Hoje vamos falar sobre algumas das mais famosas redes sociais do momento. Vem comigo!

📱INSTAGRAM

Neste canal, são considerados conteúdos bem-sucedidos aqueles que geram materiais descontraídos. O público costuma ser mais jovem e espera por publicações mais visuais e fun. Instagram não é lugar de textão – não que a legenda não conte, mas é aconselhável que o Call To Action seja breve e, se possível, na própria imagem para um impacto mais direto. Lembre-se que no Instagram as pessoas passam pela publicação em pouquíssimos segundos e, para despertar a atenção daquela pessoa, você precisa ser rápido.

Para fazer com que o público interaja mais, uma dica é fazer perguntas no final da sua legenda ou até mesmo criar desafios e sorteios. Isso atrai um público maior.

Por último, mas não menos importante: feed harmônico!

Muita gente não acredita no poder de um feed esteticamente agradável, mas pense comigo: essa é a porta de entrada para criar interesse nos usuários do Instagram. Além disso, nesta rede, eles são mais apegados a conteúdos visuais. Logo um feed bonito vai chamar mais atenção. Esteja de acordo com a sua paleta de cores sempre, não use imagens com qualidade baixa e preste atenção no excesso de escrita.

📱IGTV

O IGTV veio com tudo e os vídeos no formato vertical estão virando tendência. Portanto temos aqui mais uma ótima opção para interagir com a sua audiência. Mesmo que o canal esteja inserido dentro do Instagram, entenda que o conteúdo aqui é diferente. No IGTV, você pode usar e abusar de conteúdos que normalmente ficariam extensos demais nos stories, por exemplo. Conteúdos que perfomam muito bem são tutorais, entrevistas, perguntas & respostas, vlogs e vídeos institucionais.

📱TWITTER

O Twitter é o local do fluxo de informação contínua. Aqui o espaço é para compartilhamento de notícias rápidas, objetivas e em tempo real. Um estudo feito no exterior mostrou que no Twitter, as pessoas tendem mais a acompanhar do que de fato tuitar algo. Mas, então, por que sua marca precisa estar aqui?

Além de ter a oportunidade de estar por dentro das novidades e memes do momento, um estudo realizado pelo próprio Twitter apontou que 80% dos usuários já mencionaram marcas nos tweets. Ou seja, sua empresa tem a oportunidade de monitorar não só o que está sendo falado sobre ela, mas também do segmento como um todo.

Hoje empresas como a Netflix e Nubank são as queridinhas do público na rede social por irem além de um canal onde interagem com o público e também possuírem conteúdos com mais humor e descontração. Cogite esta rede social se você conseguir ser ativo diariamente, caso contrário, melhor esperar ter mais braços para colocar uma conta para rodar.

📱FACEBOOK

O público do Facebook teve uma mudança brusca, nos últimos 10 anos, com a chegada de novas ferramentas como o Instagram, Snapchat, etc. O público mais jovem migrou sua atenção para estes canais. Hoje, o Facebook não é mais uma rede tão jovem, de acordo com uma pesquisa do Facebook Audience. A média de idade do brasileiro na ferramenta é de 25-34 anos. Porém, a proporção de pessoas 50+ usando a ferramenta aumentou 5% em um ano.

Hoje, a rede social é mais voltada para família e amigos, ou seja, mais pessoal. Portanto, aqui é muito importante procurar sempre a sua persona e se comunicar diretamente com ela. Uma dica valiosa é explorar mais os vídeos. 👉🏼Durante a pandemia, o formato teve um aumento considerável e se tornou ainda mais popular no Facebook. Isso porque cada vez mais as pessoas querem conteúdos mastigados.

📱LINKEDIN

Atualmente, é a rede profissional que mais cresce no mundo todo, mas ainda é pouco explorada por muita gente, sendo muitas vezes uma incógnita quando falamos em conteúdo. Aposto que você já se perguntou algumas vezes sobre que tipo de publicação você deve fazer, quando e em qual formato, hein?!

Olha, segundo uma pesquisa própria do Linkedin, se você fizer 20 publicações no mês, você tem uma chance de impactar o seu público em até 60%. Mas que tipo de conteúdos?

O Linkedin é o lugar ideal para você, como marca ou profissional, se posicionar sobre sua expertise. Ou seja, o ideal são conteúdos originais sobre o seu negócio ou conhecimento do segmento com o objetivo único de gerar novos negócios.

👉🏼 Uma curiosidade: diferente do que muitos pensam, por lá, as pessoas se interessam mais por conteúdos do que anúncios de vaga de emprego.

📱PINTEREST

Muita gente ainda subestima o poder dessa rede social, acham que é um canal voltado apenas para o público feminino que vive em um mundo da fantasia. Mas é aí que você se engana.

Apesar do público ser sim, em sua maioria, feminino (60%), o Pinterest é atualmente um grande catálogo de referências e inspiração para os usuários – e são nessas referências que a sua marca pode ser vista!

Uma dica para marcas que querem entrar nesta rede social é saber como trabalhar por lá. É necessário estar presente na hora que um usuário pesquisa algo relacionado ao seu produto ou serviço. Por exemplo, se eu pesquiso sobre cadeiras de decoração e a foto de uma cadeira me atrair, eu vou clicar na imagem e ser direcionado direto ao site da marca. Possivelmente posso compra-la.

Tenha em mente que o Pinterest é similar ao Instagram, um canal de geração de desejo e lifestyle. Se for investir um tempo da sua comunicação no canal, trabalhe com ideias criativas e inovadoras, é o que o público da rede social procura.

📱TELEGRAM

Ah… O novo queridinho da galera. O Telegram é muito similar ao WhatsApp, porém com algumas funções mais pensadas no coletivo. Na ferramenta é possível criar canais com um grande número de pessoas para compartilhar informações.

Por exemplo, esses tempos me inscrevi em uma aula on-line e, após a inscrição, recebi um link que me encaminhou diretamente para o canal do Telegram do professor onde ele compartilhava diversas informações sobre o curso e tirava dúvida dos alunos diariamente.

Ou seja, além de informações relevantes do curso, eu tive o beneficio de interagir com outras pessoas interessadas no mesmo assunto que eu. Portanto, o Telegram pode ser para sua marca uma grande oportunidade de aproximação direta com o seu consumidor.

Por fim…

Vale reforçar que as coisas ditas acima não são regras, ok?! Lembre-se o que falamos anteriormente: você precisa entender qual canal tem um match mais efetivo para a sua marca. Mas para finalizar queria deixar dois conselhos importantes:

🤘🏼Paciência: o mundo digital é, em grande parte, resumido por tentativas. Por isso, não tenha medo de testar diferentes tipos de conteúdos até entender o que dá mais certo para o seu negócio.

🤘🏼Resiliência: muitas vezes pode dar vontade de desistir por ver que o objetivo não está sendo almejado, mas é importante ter em mente que a construção de uma marca nas redes sociais não surge da noite para o dia – a não ser que você seja a Coca-Cola.

Espero ter te ajudado a entender um pouco mais de cada ferramenta. Agora que você tem a sua persona definida, entendeu a importância de ter uma estratégia nas redes sociais e se familiarizou um pouco com alguma das mais populares, o próximo passo é pensar no seu conteúdo – muito em breve eu volto aqui para a gente falar sobre isso, mas por enquanto que tal conferir uma publicação que fiz aqui esses tempos sobre o poder do Copywriting? Boa leitura e até mais!

Raul Lopes é formado em Produção Publicitária pela UNIVALI, de Santa Catarina (SC). Tem onze anos de experiência e, atualmente, é Gerente de Marketing Digital na agência MAPA360, onde atua desde 2017.


Ao acessar este site, cookies são utilizados para melhorar sua experiência online e para analisar o nosso tráfego. Ao continuar você concorda com estas condições. Para mais informações acesse nossa Política de Privacidade.