A importância da Persona e seu comportamento em tempos de novo Coronavírus.



Por Raul Lopes

A Persona é hoje uma das estratégias mais importantes para o seu negócio, seja ele online ou físico. E vejo muita gente confundindo Persona com Público Alvo, então antes de qualquer coisa, de forma resumida, queria deixar claro a diferença de um para o outro.

A persona é literalmente a personificação de um cliente ou potencial cliente, que você deseja alcançar como marca. Portanto, a persona deve ter traços reais daquele consumidor que você já atende ou gostaria de atender. Já público alvo, é algo mais genérico ou seja: informações amplas e menos especificas.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Pra quem não conhece pode parecer confuso, mas vou tentar exemplificar. Vamos supor que eu fosse dono de uma loja de roupas femininas com um catalogo de peças mais modernas e diferenciadas.

Quem seria a minha persona: A Mariana é solteira, gosta de andar na moda e curtir com os amigos uma boa noitada. Ela trabalha com comunicação e tem uma renda média mensal de R$4.500. Dona de uma personalidade muito forte ela gosta de afirmar sua identidade utilizando roupas diferentes e extravagantes.

Quem é meu público alvo: Mulheres de São Paulo, entre 20 e 35 anos, que gostam de moda e de se vestir bem.

Deu para entender a diferença?

É importante deixar claro que a persona é a definição especifica do seu atual, ou futuro consumidor. Neste caso podemos falar de cargo, idade, hábitos, desafios e etc. É com uma persona bem definida que sua comunicação terá um caminho mais efetivo. Pois você vai poder direciona-la, ajudar a entender os desejos, aumentar o match e autoridade da sua marca e consequentemente: melhorar suas vendas.

Com o atual cenário de impacto, tanto econômico quanto social, é importante saber que não existe a possibilidade de alterar qualquer poder de hábito, portanto é necessário se adaptar. Ou seja, devemos entender o comportamento especifico de cada um de nossos consumidores.

O cenário hoje, pra mim, é claro: o consumidor está dividido em três tipos de comportamentos durante a crise do novo Coronavírus:

  • Preocupado – Aqui temos alguém possivelmente com um baixo poder de compra. Essa pessoa vai cortar todos os gastos superficiais possíveis e focar apenas no consumo essencial.
  • Bola pra frente – O comportamento aqui é de alguém que sente o impacto, vai colocar um pé no freio e diminuir o consumo, mas vai manter uma rotina consciente de compra com as marcas que ele tem mais identidade ou algum tipo de conexão – e aqui é super importante pontuar que marcas que realizam um bom pós-venda vão sentir um retorno direto desses consumidores durante o período
  • Tô de boa – Normalmente são consumidores de alto poder de compra e que não vão sentir tanto ou serem impactados com as situação atuais. Vão manter seus hábitos de compra e pensar no consumo essencial só quando realmente lhe for necessário.

Portanto além de olhar sua persona para que a sua estratégia, seja ela de médio, longo ou curto prazo, seja mais efetiva, você precisa revisar as características e entender o momento de compra que ela está vivendo agora. Pra mim é visivelmente claro que marcas que estão usando seu conhecimento e alcance para explicar e informar, estão se destacando entre as demais. Além disso, ser otimista é outro ponto positivo, os clientes valorizam iniciativas de empatia.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Pra finalizar, ofereça a sua persona novas ideias, produtos, e serviços. Estamos vivendo novos tempos e novidades que possam ajuda-lo a se adaptar diante de uma crise é importante. Uma boa estratégia, por exemplo, é ter a escuta aberta e aceitar ajuda dos seus próprios clientes através de um espaço para sugestões.

Pode parecer repetitivo, mas entenda as necessidades da sua persona. Aumente sua proximidade e mostre que além de um cliente, ele é uma pessoa que possui valor para você e sua marca. Vai por mim, os tempos estão mudando e os hábitos não serão mais os mesmos. As marcas que assumirem agora uma liderança de categoria centrada no ser humano, serão lembradas lá na frente.